Biomassa de Banana Verde

Amo banana. E a verde então… conquistou meu coração e o de milhares de brasileiros. Mas o que a banana verde tem??? Carmem Miranda trocaria todas as frutas do seu turbante por elas se soubesse “O que que a Banana Verde tem?”.

foto do site kilorias.band.uol.com.br

 

Foto do site kilocaloria.band.uol.com.br

A biomassa de banana verde foi criada no Brasil, por Heloisa Freitas Valle. em um momento de pura inspiração na década de 90. Produtora de bananas, Helô, como é conhecida, foi comunicada à noite que despensa da sua fazenda no Vale do Ribeira havia sido arrombada. Não havia nada para comer nem tempo para comprar alimentos. Ela pediu um cacho de bananas que são colhidas verdes a um funcionário cozinhou em água e fez primeiro uma sopa com o purê. Foi espremendo, como se fosse uma batata e obteve uma massa perfeita com consistência de sopa. No dia seguinte foi a vez da casca. Picou, refogou e foi trabalhar. Sentiu-se saciada. O intestino funcionou maravilhosamente bem. Bingo! Viu que tinha um novo super alimento nas mãos. Um espessante poderoso e com propriedades funcionais.

Universidades comprovaram cientificamente o que Helô já sentia no corpo. A biomassa era um excelente alimento. Descobriu-se que o poder dela era o fato de ser um alimento rico em amido resistente.

Mas você deve estar se perguntando o que é um amido resistente?

Os carboidratos são classificados digeríveis ou resistentes. Os digeríveis se transformam em glicose e alimentam as células do corpo. O resistente escapa da digestão no intestino delgado indo diretamente alimentar a flora bacteriana no intestino grosso. Age como uma fibra alimentar dando saciedade e ajudando o melhor funcionamento do intestino.

Após as pesquisas com as universidades, Helô levou sua biomassa para um teste decisivo no Grande Hotel São Pedro. Com suas preciosas receitas se reuniu com os chefs e juntos aprimoraram o que já era bom.

Com a historiadora Marcia Camargos escreveram um livro com a história da biomassa e receitas “Yes, nós temos bananas”.

E a biomassa no nosso dia a dia?

Podemos usar a biomassa nas mais diversas preparações. Indo do café da manhã ao jantar. Ela substitui o creme de leite, a farinha, a batata. Funciona como um espessante e como um creme sem sabor para ser a base a qual adicionamos temperos. Ela não tem sabor antes de amadurecer. Mesmo quem não gosta de banana pode utilizá-la.

Para café da manhã ela pode entrar na receita de pães, bolos, panquecas, waffles, smoothies e cremes.

No almoço fica perfeita substituindo creme de leite em preparações como Strogonoff, files de frango e carne ao molho mostarda, também como para dar cremosidade a um arroz, rechear um batata, uma abobrinha.

Biomassa e a saúde

A biomassa como já dissemos é prebiótica. Além da sensação de saciedade ela ajuda o intestino a funcionar melhor. Ela fortalece o intestino alimentando as bactérias boas, e por ter um alto teor de amido resistente diminuirá a absorção de gorduras e glicose. Ótima indicação para diabéticos, pessoas com colesterol alto ou que sofrem de constipação intestinal.

Ela é rica em vitamina A, B1, B2, ácido nicotínico, além de sódio, potássio, magnésio, manganês, cobre, fósforo, enxofre, cloro e iodo.

Mas e o resto da banana?

A casca é rica em proteína e fibra, também funcionando como amido resistente.

A biomassa é um alimento altamente sustentável, barato e que pode ajudar muitas pessoas a terem uma alimentação mais saudável e barata.

Referências bibliográficas

Yes, nós temos Bananas, Heloísa de Freitas Valle e Marcia Camargos.

Processamento da banana verde

  1. Lave as bananas que devem ser bem verdes e orgânicas com casca, uma a uma, utilizando uma esponja com água e sabão e enxague bem
  2. Numa panela de pressão com água fervente (para criar choque térmico), cozinhe as bananas verdes com casca, cobertas com água
  3. Após pegar pressão marque 8 minutos, deslige e deixe que a pressão continue cozinhando as bananas
  4. Espere o vapor escapar naturalmente. Não force o processo abrindo a panela debaixo da água da torneira, por exemplo
  5. Ao término do cozimento, mantenha as bananas na água quente da panela
  6. Vá aos poucos tirando a casca da polpa, que deve ser passada imediatamente no processador ou liquidificador. É importante que a polpa esteja bem quente para não esfarinhar. O produto que sai é a biomassa bruta da polpa
  7. Você pode deixar uma parte na geladeira para usar em até 8 dias e congelar o resto em potinhos para usar depois, dura de 3 a 4 meses no congelador mas deverá ser reprocessada antes de ser utilizada

foto do site belezaesaude.com.br

Foto do site saudeebeleza.com.br

E você? Corra ao mercado mais próximo e faça seu estoque de biomassa de banana verde. Saúde e simplicidade no seu prato!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s