Sauer Kraut

Outro dia, em conversas com o Osvaldo na gravação do programa Voce Bonita, ele me contou que o médico pediu para que parasse de comer vários alimentos e em especial gorduras, carboidratos refinados, carnes gordurosas. Aí bate o pânico!!! O que sobrou para eu comer? Legumes, frutas e verduras! E um pouco de proteínas.

Parece pouco mas não é! São infinitas as possibilidades e aos poucos vamos entendendo que podemos viver com uma alimentação bem balanceada usando o que o solo nos oferece.

Sopas por exemplo!

Refogando uma cebola e alho picadinhos na água e colocando mais alguns legumes, adicionando água, louro você tem uma sopa de abóbora, ou de tomate, beterraba, cenoura, tantas opções! Bater no liquidificador. A melhor sopa para mim é de legumes variados – chuchu, cenoura, inhame, abóbora, tomate, folhas de couve rasgasdas, louro. Bater metade e a outra metade deixar em pedacinhos… hum! É a sopa mais reconfortante que conheço.

Saladas são mais um capítulo delicioso! Atenção especial aos brotos – de alfafa, feijão, muitas vezes faço meus próprios brotos. Simples demais – brotos de feijão moyashi – lavar bem o feijão, deixar de molho 24 horas em água filtrada e descartar a água. Com um vidro de boca larga e um tule preso na boca por um elástico, pronto! Brotos prontinhos para germinar. É só lavar 2 x ao dia e deixá-los sempre virados em um escorredor de pratos a 45º.

Depois de alguns dias começam a surgir os cabinhos, e vão crescendo. Os meus ficam até com folhinhas… Lavo bem em água, algumas casquinhas soltam, outras ficam presinhas. Mas é um alimento mais do que gostoso e súper nutritivo.

O sauerkraut é outra opção boa de vegetal colorido e diferente.

Ingredientes

1 repolho grande

1 colher de cha de sal rosa ou marinho moído

Preparo

1) Tirar e guardar as folhas externas do repolho

2) Cortar o repolho fatiado fininho, pode também ser feito no processador.

3) Colocar o repolho fatiado numa tigela e adicionar o sal marinho

4) Massageie com gosto o repolho. Vá apertando, ele vai soltando um caldinho. Tem que massagear bastante e o líquido deve cobrir o repolho.

5) Colocar num vidro de boca larga e apertar bem as fatias para que o líquido as cubra.

6) As folhas externas devem ser colocadas por cima, e um vidro menor com água ou outro peso qualquer (usei feijões) deve ser colocado sobre estas folhas para fazer peso.

7) Cubrir com um pano fino (uso pano de fralda) e deixar em um lugar escuro de 3 a 14 dias, até que fique azedo o suficiente. Guardar em geladeira. Se for em vidro fechado dura muito, senão algumas semanas. Dá para inventar e colocar cenoura, temperos como ervas. Fica delicioso e é repleto de probióticos gerados durante a fermentação.

Pode ser feito com repolho roxo, branco, e até adicionando umas cenourinhas raladas. Fica gostoso como complemento da salada, dá um gosto todo especial! Adoro!

kraut.blog2013-110 kraut.blog2013-109 kraut.blog2013-112 kraut.blog2013-113 kraut.blog2013-125

Publicado em: Sem categoria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s