Leites de sementes e oleaginosas

Há muitos anos resolvi diminuir o consumo de laticínios. O leite de vaca é um alimento amado por alguns médicos e nutricionistas e detestado por outros. Alguns aceitam o consumo de iogurtes pois eles contém probióticos que fazem bem para o intestino. Também tem a turma que aceita o uso de laticínios provenientes de ovelha, cabra e búfala. O leite de vaca tem dois vilões, a lactose e a caseína, sua gigante molécula de proteína, para muitos o leite causa alergias, mal funcionamento do intestino, levando a inúmeras doenças. Quanto ao tão falado cálcio, ele está presente em folhas verde escuras, e nas próprias sementes e oleaginosas.

Eu resolvi diminuir o leite e queijos e uso esporadicamente iogurte de ovelha, queijos de cabra e búfala. E já fiz exames de densitometria óssea, tenho cálcio acima da média! Fatores genéticos também influenciam. Mas pesquise antes de acreditar que só o leite tem cálcio.

Aprendi a fazer alguns leites muito interessantes e de excelente sabor. Ainda não decidi qual meu favorito, faço algumas misturas, no momento estou adorando um mix de macadâmias e sementes de abóbora. As oleaginosas e sementes são alimentos poderosos, repletos de vitaminas, boas gorduras e minerais.

foto do blog spiciefoodie.blogspot.com

De maneira geral temos que tomar cuidado com a maneira de utilizá-las. Compre-as cruas e sem sal. Tanto as sementes quanto as oleaginosas devem ser bem lavadas em uma peneira com água corrente e depois devem ser mantidas de molho em água filtrada para que sua atividade enzimática seja aumentada tornando-as mais fáceis de digerir. Outra razão é limpar a pele da semente ou da noz da poeira acumulada no transporte. Para clarear mais ainda a ideia do porque deste trabalho extra de colocá-las de molho, sempre cito o feijão que plantamos na água. As sementes e grãos são alimentos com imensa energia concentrada, mas dormente. Ao colocar o grão de feijão com água num algodão ele renasce iniciando o processo de germinação. A semente dormente se comporta como este feijão e se torna um alimento com a mais pura energia, pronto para ser utilizado.

Mesmo quando utilizadas inteiras as sementes e oleaginosas se beneficiam com o banho, ficando mais saborosas. Podem ser assadas e douradas e ficam deliciosas.

Os tempos variam, há controvérsias sobre quantas horas para cada um. Mas a maioria das minhas fontes leva a este número de horas para cada:

Amêndoas – de 8 a 12 horas

Avelãs – 12 horas

Castanha do Brasil (antiga Castanha do Pará) – alguns dizem ser desnecessário, meu bom senso me leva a deixar por 2 horas, tornando-as mais macias para preparo do leite e limpando-as melhor

Castanha de Caju – de 2 a 3 horas

Gergelim com casca – de 8 a 12 horas

Gergelim sem casca – de 4 a 6 horas

Linhaça – 8 horas ou moídas – quando hidratadas inteiras formam uma gelatina que possibilita o uso no lugar de ovos (1 colher de sopa por ovo) em receitas de bolos, pães, panquecas. Também ajudam o intestino a funcionar e dão sensação de saciedade

Macadamias – mesmo caso da Castanha do Brasil

Nozes – de 4 a 6 horas

Pecans – 8 horas

Pinolis – mesmo caso da Castanha do Brasil

Pistache – mesmo caso da Castanha do Brasil

Semente de abóbora – de 6 a 8 horas

Semente de girassol – de 6 a 10 horas

A maneira de preparar o leite é simplérrima:

1) Após lavar bem sua semente/oleaginosa deixá-la no banho durante o numero de horas devido.

2) Bater uma xícara de semente com 2 xícaras de água e uma pitada de sal marinho no liquidificador. Pode ser mais ou menos, depende da cremosidade e do uso que você fará do seu leite. Tem que testar.

3) Coar num pano de vual ou numa fralda (nos Estados Unidos há as maravilhosas Nut Milk Bag  (vende no site amazon.com). Tem que espremer bem para ficar somente o resíduo no pano.

4) Se quiser, voltar ao liquidificador e bater com 2 tâmaras previamente hidratadas e umas gotas de baunilha.

5) O resíduo é excelente para vários propósitos – secá-lo ao forno e usar para empanar legumes ou para quem gosta, peixe, frango (faço para as crianças assado). Também serve como base para tortinhas naturais ou pastinhas (receitas em breve). Outro uso excelente é para exfoliar a pele do corpo misturado a um óleo como amêndoas, semente de uva.

6) Usar o leite para vitaminas, puro, sopas, mais concentrado pode ser usado como creme, quando bem grossinho pode ser colocado sobre as frutas. São inúmeras as possibilidades!

Para um próximo post fica a tarefa de relatar as maravilhosas propriedades de cada uma das sementes e oleaginosas.

Fica a última dica – são calóricos como qualquer leite, apesar de divinos não dá para beber o dia todo…

3 comentários sobre “Leites de sementes e oleaginosas

  1. verusca disse:

    Olá, te conheci através do programa vc bonita e estou curtinho a página, gostaria de saber onde encontro a receita de requeijão que vc mencionou no programa. Grata.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s