Em meio a sonhos

E em meio a sonhos

madrugadas acordados

e nasceres do sol

a caminho de casa,

só consigo imaginar,

quando é que vou estar

de novo adormecida em teus braços,

de novo a olhar teus olhos

e pensar…quem és tu?

Como se eu soubesse,

quem sou eu,

quem somos nós?

Quem?

Um dia,

quando eu descobrir,

prometo que serás o primeiro a saber

e entender porque somos assim,

por quê?

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s